Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

Cinco Coisas Que Você Deve Saber Sobre Vinhos

O mundo dos vinhos é cheio de informações. Mas você não precisa se tornar um expert para usufruir da bebida dos deuses. Baseada nas dúvidas mais comuns de amigos e conhecidos, elaborei cinco tópicos que vão facilitar a vida dos enófilos iniciantes.

1- De olho no rótulo:
 O mercado está cheio de opções. Por isto, é natural que, na hora de comprar, você se veja perdido em meio a tantos estilos diferentes. No entanto, algumas informações no rótulo podem te auxiliar no momento da escolha.
 Safra- "Vinho quanto mais velho, melhor!" Quem nunca ouviu essa frase? Mas não é bem assim! É verdade que existem vinhos de guarda que se beneficiam muito com o envelhecimento, ganhando equilíbrio e complexidade de aromas e sabores. Mas esses vinhos somam menos de 10% da produção e, na maioria das vezes, são muito caros.
 A grande maioria dos vinhos brancos, rosés e espumantes devem ser tomados jovens, de preferência nos dois primeiros anos, caso contrário perderão os seus aromas frutados, acid…

Vinhos de Minas

A alguns meses atrás, participei de uma degustação dos vinhos Maria Maria promovida por uma loja de vinhos daqui de Belo Horizonte. Eu já estava curiosa sobre esses vinhos produzidos por Eduardo Junqueira na Fazenda Capetinga de Três Pontas, Sul de Minas, desde que o Maria Maria Bel Sauvignon Blanc 2015 foi o vencedor da categoria bronze do Decanter World Wine Awards 2017, em Londres.   Eduardo Junqueira, pertencente à uma tradicional família de cafeicultores do Sul de Minas, resolveu investir na viticultura em 2009 e o nome dos vinhos surgiu graças à sua amizade com o cantor Milton Nascimento. Além do vinho branco, ele também produz um rosé e um tinto de Syrah e cada um dos seus rótulos recebe o nome de uma das mulheres da família.   O Sauvignon Blanc Bel Maria Maria 2015 Colheita de Inverno apresenta aromas de frutas cítricas, herbáceo e notas florais, corpo médio e ótima acidez refrescante. Um vinho que já carrega consigo uma premiação importante e o privilégio de colocar o nome…

Último dia - Vinícola Angheben

Nosso último dia de viagem amanheceu quente e com céu limpo. Nosso voo estava marcado para as 17:30 em Porto Alegre e contratamos um motorista para nos pegar no hotel às 14 horas. Portanto, ainda tínhamos uma manhã de degustações pela frente.
  Quando fiz o roteiro de viagem, tinha programado visitar duas vinícolas próximas, que não necessitavam de agendamento e que eu não havia conseguido incluir nos dias anteriores, durante esse período. Mas, durante a nossa primeira visita da viagem, mudamos os planos. Enquanto tomávamos um espumante na cave do mestre Lona, ele nos perguntou se a Angheben estava no nosso roteiro. Confesso que, durante as minhas pesquisas, eu havia lido algo sobre ela mas, como são muitas, tivemos que fazer opções e ela não estava incluída. O sr. Lona falou que não poderíamos ir até o sul e deixar de visitar uma das melhores vinícolas em termos de qualidade. Carinhosamente, brincou que tínhamos que degustar o "delicioso vinagre balsâmico de Pinot Noir" p…

Sexto dia - Vinícola Barcarola e Chandon

Nosso penúltimo dia de viagem iniciou com céu claro e muito calor. Acordamos cedo e fomos novamente até à Vinhos Larentis, onde fomos recebidos pelo enólogo André Larentis que, atenciosamente, nos apresentou todas as instalações e falou sobre os métodos de produção utilizados na vinícola. Como já havíamos feito as degustações no dia anterior, a visita foi relativamente rápida e caminhamos até a Barcarola, que fica a mais ou menos 600 metros de distância.
  A Barcarola é uma vinícola Boutique e apenas a loja da vinícola é aberta à visitação o que, mesmo assim, vale muito à pena devido à qualidade dos seus vinhos e ao fato de, por se tratar de uma vinícola familiar, você ter grande chance de ser atendido por um dos enólogos da família e ter a oportunidade de degustar com a orientação de um dos criadores.
  Fomos atendidos por César Petroli e, como era uma segunda de manhã, logo após um feriado prolongado, a loja estava vazia e tivemos a oportunidade de degustar tranquilamente e ouvir …

Quinto dia - Casa Valduga e Piquenique nos Vinhedos da Vinhos Larentis

Continuando a nossa viagem pelas vinícolas do Rio Grande do Sul, o domingo amanheceu com céu limpo para o meu grande alívio. A nossa programação da tarde dependia disso!
  No período da manhã, estava agendada uma visitação na Casa Valduga. Chegamos um pouco mais cedo e já pudemos desfrutar um pouco do visual externo com vários prédios bem cuidados, estacionamento amplo e muito verde em volta.






  Ao pagar a visita, você ganha uma taça de cristal que, durante todo o percurso, será reabastecida com os vinhos selecionados para a degustação. Ao final, ela será embalada para que você possa levar pra casa. A guia que nos recebeu, conduziu o nosso grupo durante uma hora e meia por todas as fases de produção e armazenamento, com paradas estratégicas para explicar sobre os vinhos que seriam degustados e reabastecer as nossas taças. A vinícola é muito grande e conta com equipamentos muito modernos. As caves são fantásticas, dando a sensação de estar dentro de um castelo medieval com vários salõ…